(51) 3212.3798     /DallagnolAdvogados    

Vereador Cássio Trogildo consegue liminar e permanece na Câmara de PoA

O vereador Cássio Trogildo (PTB) conseguiu uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), publicada nesta quarta-feira (28), e permanecerá na Câmara de Vereadores da Capital, por enquanto. Na terça-feira (27), a Mesa Diretora do Legislativo havia declarado a perda do mandato do parlamentar. A medida foi tomada em cumprimento à determinação da juíza eleitoral Deborah Coleto Assumpção de Moraes, da 161ª Zona Eleitoral da Capital, que encaminhou comunicação à Câmara informando sobre o restabelecimento da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), que cassou o diploma de Trogildo. A magistrada determinou o afastamento a partir de uma decisão, desta vez do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luiz Fux.

Como a decisão de Fux foi monocrática, a defesa do vereador recorreu e conseguiu garantir sua permanência na Casa. A posse do suplente, Carlos Casartelli (PT), estava marcada para a próxima terça-feira (3). Na liminar concedida e publicada nesta quarta, Fux, inclusive, determinou a imediata recondução de Trogildo ao cargo caso já tivesse sido afastado, pelo menos até o julgamento do agravo de instrumento pelo órgão colegiado do TSE.

No final de 2012, o Ministério Público ajuizou ação de investigação eleitoral contra Trogildo. De acordo com o MP, irregularidades nas eleições de 2012 ocorreram mediante a prestação de serviços asfálticos e de iluminação, utilizando a estrutura administrativa em desacordo com a lei, visando à obtenção de votos.

Uma gravação de áudio mostra conversa de encontro realizado no bairro Rubem Berta, em que um representante da Prefeitura e um conselheiro do Orçamento Participativo – na época apoiadores da campanha de Trogildo – estiveram reunidos com moradores para anunciar o início do asfaltamento de uma rua do bairro.

 

Fonte: Sul21