(51) 3212.3798     /DallagnolAdvogados    

Mesa Diretoria da Câmara declara perda de mandato do vereador Cassio Trogildo

Em reunião extraordinária na tarde desta terça-feira (27), a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Porto Alegre, por meio de ato declaratório, anunciou a perda de mandato do vereador Cassio Trogildo (PTB). A medida cumpre decisão da juíza eleitoral Deborah Coleto Assumpção de Moraes, da 161ª Zona Eleitoral da Capital, que em comunicação remetida ao Poder Legislativo informou o restabelecimento da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), no Recurso nº 785-53.2012.6.21.0161, que determina cassação do diploma de Cassio de Jesus Trogildo.

Além do presidente Mauro Pinheiro (PT), participaram da reunião a vereadora Jussara Cony (PCdoB) e os vereadores Delegado Cleiton (PDT), Waldir Canal (PRB) e Paulinho Motorista (PSB).

Entenda o caso

No final de 2012, o Ministério Público ajuizou ação de investigação eleitoral contra Trogildo. O Promotor de Justiça Mauro Rockenbach assinou a ação. De acordo com as investigações do MP, os ilícitos nas eleições de 2012 ocorreram mediante a prestação de serviços asfálticos e de iluminação, utilizando a estrutura administrativa em desacordo com a lei, visando à obtenção de votos.

Uma gravação de áudio mostra conversa de encontro realizado no bairro Rubem Berta, em que um representante da Prefeitura e um Conselheiro do Orçamento Participativo – na época apoiadores da campanha de Trogildo – estiveram reunidos com moradores para anunciar o início do asfaltamento de uma rua do bairro.

No despacho, Luiz Fux apontou que o conjunto de provas coletadas na investigação do Ministério Público Eleitoral “não deixa dúvidas da utilização, em prol da candidatura de Cássio Trogildo, dos serviços asfálticos e de iluminação prestados pela Secretaria de Obras do Município, local em que possuía influência política marcante”.

 

Fonte: Sul21