(51) 3212.3798     /DallagnolAdvogados    

Agora ou na hora de nossa morte: Exposição que retrata feminicídios é prorrogada


(Arquivo/TJRS)

A mostra que narra a trágica história de mulheres vítimas de feminicídios segue em exposição durante todo o mês de abril, no andar térreo do Palácio da Justiça (Praça da Matriz, nº 55), no Centro Histórico da Capital. A exposição Agora ou na hora de nossa morte é promovida pela Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica do RS, foi lançada no dia 6/3, durante a abertura oficial da Semana da Justiça pela Paz em Casa e prorrogada a pedido do público.

Ao lado de cada história, que traz um resumo da situação vivida pelas 20 vítimas e a forma como foram mortas por seus companheiros, os sutiãs pretos simbolizam a morte de uma mulher. Também é possível ouvir relatos baseados em histórias reais de sobreviventes de casos de violência doméstica.

O trabalho é realizado em parceria com o Memorial do Judiciário do RS e a Agência Radioweb.